Cuidados e calçados para a terceira idade

calçados para senhoras terceira idade

Chegar à terceira idade deve ser motivo de comemoração, afinal a pessoa que atinge essa faixa etária viveu muito e pode experimentar diferentes situações que serviram de aprendizado.

Além disso, esse é muito momento que requer mais atenção, pois conforme o tempo vai passando a pessoa precisa se cuidar mais a fim de evitar lesões, dores e acidentes. Por isso, saber escolher entre os modelos de calçados disponíveis é uma maneira extremamente eficiente para quem precisa acertar.

A partir de agora, vamos trazer algumas dicas para que você possa acertar na hora de escolher o sapato. Confira!

Conforto e o tamanho certo

Independentemente da idade, o conforto é o principal ponto a ser considerado na hora de comprar um sapato. Considerar essa característica é ainda mais importante quando pensamos na terceira idade, pois é preciso ser cômodo ao fazer os deslocamentos sejam eles curtos ou longos. Um sapato que se adapta bem a essa característica é o tênis.

Escolher o tamanho certo também é fundamental, pois isso vai agregar conforto, pois um sapato maior ou menor vai causar desconforto. Sem contar que as pessoas que têm alguma alteração no pé também vão precisar de sapato próprio, como é o caso das pessoas que sofrem com joanete, por exemplo.

Neste caso, a melhor opção serão peças que tenham leveza e flexibilidade. Um modelo próprio é a sandália rasteira, pois ela é leve, confortável e outras todas as outras características, principalmente para quem sofre com problemas nessa região do corpo.

Atenção quando a altura do sapato

Quem está na terceira idade deve ainda prestar muita atenção com relação a altura dos sapatos. A sandália flatform é um modelo indicado para a faixa etária, porque seu salto não supera os dois centímetros e isso assegura maior segurança ao deslocamento. Além disso, o solado do calçado precisa apresentar boa aderência ao solo.

As mulheres que gostam de usar saltos altos, podem continuar utilizando a não ser que alguma recomendação médica seja dada nesse sentido. No entanto, a sandália rasteira de couro passa a ser uma opção mais viável, porque ela oferece conforto e segurança.

Modelos fechados podem ser usados sem moderação

Para evitar tombos, a melhor opção são os sapatos fechados, porque eles ainda protegem diante de tombos e tropeções que podem acontecer. Sem contar que eles tornaram o caminhar mais seguro até mesmo em superfícies que não tem um nível adequado.

Para tornar o ato de calçar mais fácil, a dica é apostar nos modelos de tênis de velcro, porque basta colocar o pé e ajustar de acordo com a necessidade.   

Rasteiras de couro

A sandália rasteira em couro também aparece como uma melhor opção. Ela é indicada para pessoas de todas as idades e que buscam um tipo de calçado que seja capaz de manter os pés sempre frescos ou mesmo livre de inchaço.

Outra característica marcante nas rasteirinhas de couro é a sua beleza, pois elas não são apenas bonitas, mas tem o poder de fazer com que seus pés fiquem valorizados e isso será revertido para toda a composição.

Sem contar que a sandália rasteira é um sapato extremamente prático, porque ela pode ser usada em todos os ambientes. Quem não abre mão de estar sempre arrumadinha até mesmo para as tarefas mais simples do cotidiano pode escolher esse modelo.

Sapatos ortopédicos pode ser uma alternativa

Quem preferir pode ainda fazer uso dos sapatos ortopédicos. Alguns modelos são fabricados de maneira exclusiva assim atende de maneira completa a necessidade apresentada pelo usuário, independentemente das características que a pessoa tenha nessa região do corpo.

Seja rasteirinha, tênis ou qualquer outro tipo de sapato, o importante é considerar o conforto e a segurança!

Nossa história no ramo de calçados femininos começa em 2012. Entre erros e acertos a empresa foi se consolidando e ao longo do tempo, o que era um sonho tornou-se uma realidade.

Comente:

Your email address will not be published.

Site Footer

Sliding Sidebar